VW Meteor Mission Zero fará estreia na etapa de Goiânia da Copa Truck

 

Redação Rádio Caminhão

 

Foto VWCO, Divulgação

 

No domingo (19/03), estreia nas pistas de Goiânia (G) o primeiro caminhão de corrida com motores a combustão e elétrico do mundo, o VW Meteor Mission Zero. Com parceria de desenvolvimento da Volkswagen Caminhões e Ônibus com a CBMM, Ciser, Giaffone Electric e a R9 Competições, a iniciativa tem como propósito iniciar uma jornada em direção a zerar a emissão de carbono deste veículo, a partir de uma série contínua de inovações. O caminhão será pilotado por Felipe Giaffone na Copa Truck, um dos mais importantes circuitos de automobilismo do país.

 

A competição servirá como laboratório em que novas tecnologias serão exploradas e testadas em condições extremas, com foco em eficiência energética, segurança, otimização de peso e neutralização das emissões de carbono. O veículo foi pensado nos detalhes com um pacote de trem de força e demais componentes que levam à redução do consumo de combustível e das emissões.

 

A grande novidade é o conjunto de trem de força híbrido, com motor elétrico para auxílio do motor a diesel. A integração eletrônica do veículo utiliza de forma inteligente e sincronizada ambos os sistemas de tração (elétrica e combustão), junto com um sistema de regeneração de energia durante a frenagem, conhecido como Kers, para recarregar as baterias.

 

A iniciativa também larga na frente com o uso de materiais avançados como nióbio, o que confere mais resistência, leveza e segurança, tornando o caminhão ainda mais competitivo. Também faz parte da jornada tecnológica a possibilidade de adoção de materiais nanocristalinos (ligas que, com o nióbio, adquirem um conjunto único de propriedades eletromagnéticas) aplicáveis à eletroeletrônica e em componentes para o carregamento com maior eficiência energética. “O nióbio é um elemento chave nesta jornada altamente tecnológica. Pequenas adições deste metal com propriedades únicas são capazes de aumentar a performance de materiais utilizados, já que o veículo fica mais leve e consome menos combustível. A Copa Truck permite testar os materiais e novos componentes ao limite. É como colocar um laboratório nas pistas, nos permite inovar mais rápido”, explica Érico França, especialista técnico da CBMM.

 

O caminhão inaugura uma nova era no cenário do automobilismo mundial, se lançando à frente de iniciativas semelhantes que ainda estão em discussão em outras pistas de corrida pelo mundo. "Acreditamos ser essa a oportunidade para levar a competição a um novo patamar de desempenho e sustentabilidade, sendo um importante passo para a indústria automotiva”, destaca Jackson Dal Comuni, gerente de marketing da Ciser.

 

Quem vai pisar fundo no acelerador para testar em condições extremas toda essa tecnologia também está motivado com a transformação que está em curso. “Este será um ano inesquecível e marca o começo de uma nova jornada de sustentabilidade no esporte a motor nacional”, comenta Felipe Giaffone.